Área do Inscrito: Usar após a inscrição

LOCAL


Como chegar caso você não use o fransfer, lembre-se voce tem direito a ele. após fazer a sua inscriçao

Local de realização do evento: Centro de Convenções de Pernambuco – CECON/PE (http://www.cecon.pe.gov.br/)

Av. Professor Andrade Bezerra, s/n – Bairro de Salgadinho, Olinda, Pernambuco, Brasil, CEP 53111-970

Como chegar

De carro:
1. Vindo da Paraíba pela BR -101, após a cidade de Abreu e Lima, seguir em frente passando pelo trevo em direção a Paulista pela PE-15, que continua na Avenida Pan-nordestina e Avenida Gov. Agamenon Magalhães até a Rua Severino Pereira (à direita), seguir reto até encontrar a Av. Prof. Andrade Bezerra, dobrar à esquerda e seguir até a entrada principal do Centro de Convenções. Para acessar o estacionamento do Centro, não entrar na Severino Pereira, manter-se à direita e logo após pegar a faixa lateral à direita e seguir em frente até passar o Centro de Convenções, entrada para o estacionamento sinalizada à direita.
2. Vindo do interior de Pernambuco pela BR-232, seguir reto no trevo pela Av. Abdias de Carvalho até passar a sede do Sport Clube do Recife, entrar à direita para contornar à esquerda pela passagem do Túnel Chico Science, seguir reto pela Rua Benfica até a Praça do Clube Internacional, pegar à direita pela Rua Dr. Severino Pinheiro, cruzar a Ponte Estácio Coimbra, logo ao descer da ponte pegar à direita e seguir reto pela lateral da Praça do Derby até a Avenida Agamenon Magalhães, dobrar a direita pegando a faixa da esquerda até o 1º semáforo, dobrar a esquerda no pontilhão da Rua Henrique Dias para cruzar o canal e pegar a outra faixa da Avenida Agamenon Magalhães. Seguir reto pela Avenida em direção a Olinda até a Escola de Aprendizes Marinheiros, onde deve pegar a faixa da esquerda para retornar pelo outro lado da Avenida à esquerda no 1º retorno, pegando a Av. Andrade Bezerra para acessar a entrada principal do CECON ou seguir reto para o estacionamento.
3. Vindo de Alagoas pela BR-101, siga reto no trevo de Recife em direção ao Aeroporto, siga reto pela Av. Mascarenhas de Moraes (Imbiribeira), passando a Ponte Motocolombó pegue a Av. Sul, seguindo reto em direção ao Recife Antigo (Porto), passando pela Praça do Marco Zero ao longo do porto até o Forte do Brum, dobre à direita na Av. Cais do Apolo, pegue a ponte Buarque de Macedo, ao descer da ponte pegue à direita até alcançar a Av. Cruz Cabugá, dobre à direita e siga reto até a Escola de Aprendizes Marinheiros, onde deve pegar a faixa da esquerda para retornar pelo outro lado da Avenida à esquerda no 1º retorno, pegando a Av. Andrade Bezerra para acessar a entrada principal do CECON, ou seguir reto para o estacionamento.
Estando em Recife, na Zonal Sul (Parque hoteleiro), siga pela Avenida Boa Viagem em direção ao Pina, pegando a Av. Eng. Antonio de Góes, suba o viaduto Joana Bezerra que conduz à Avenida Agamenon Magalhães. Seguir reto pela Avenida em direção a Olinda até a Escola de Aprendizes Marinheiros, onde deve pegar a faixa da esquerda para retornar pelo outro lado da Avenida à esquerda no 1º retorno, pegando a Av. Andrade Bezerra, para acessar a entrada principal do CECON, ou seguir reto para o estacionamento.

De ônibus:
Aeroporto-Tacaruna – linha 43
Piedade-Rio Doce – linha 910
Rio Doce – CDU – linha 920 (passa na entrada do CECON)
Para informações sobre itinerários na Região Metropolitana de Recife, consulte http://www.granderecife.pe.gov.br/servicos_atendimento_ao_usuario_itinerario.asp.

 

A cidade

Recife é a capital do estado de Pernambuco, na região nordeste do Brasil. Com uma área de aproximadamente 217 km2, está localizado às margens do Oceano Atlântico, e possui uma população de 1.599.514 habitantes.


O nome "Recife" provém da palavra "arrecife", grande barreira rochosa de arenito (recifes) que se estende por toda a costa da região metropolitana e a maior parte do litoral sul do estado, formando piscinas naturais. O termo "arrecife" vem de "al-raçif", que significa "calçada" em árabe, reportando-se à calçada do mar.


A cidade ostenta cenários de rara beleza, com rios, praias, áreas verdes, construções históricas, constituindo um centro de forte efervescência cultural. Conhecida como a “Veneza brasileira”, a cidade é cortada por rios e pontes, formando ilhas, como as de Santo Antonio, São José e do Bairro do Recife, hoje mais comumente conhecido como “Recife Antigo”. Estas regiões da cidade são marcadas pela existência de antigos casarios, igrejas e outras construções antigas, tornando a cidade num verdadeiro museu a céu aberto.


O litoral é outra atração imperdível do município, com uma orla de aproximadamente 8 km, com águas mornas e claras, e uma extensa faixa de arrecifes. Sempre muito agitado, o Recife é também berço de movimentos culturais e possui um amplo calendário de eventos e festas, destacando-se o Carnaval Multicultural, organizado pela Prefeitura Municipal, que conta com disputas em diversas categorias de agremiações carnavalescas. Seu carnaval é considerado o mais democrático do mundo, no qual os foliões não precisam pagar para brincar; bastando apenas ter vontade, alegria e muita disposição para se divertir nos dias de folia.


A cidade do Recife tem sua origem intimamente ligada à de Olinda. No foral (carta de direitos feudais) de Olinda, concedido por Duarte Coelho em 1537, há uma referência a "Arrecife dos navios", um lugarejo habitado por mareantes e pescadores. O Recife permaneceu português até a independência do Brasil, com exceção de um período de ocupação holandesa, entre 1630 e 1654.

Dentre alguns dos mais recentes indicadores estatísticos nacionais, Recife é considerada a metrópole mais rica do Norte-Nordeste em PIB, desempenhando um forte papel centralizador em seu estado e região, abrigando grande número de sedes regionais e nacionais de instituições e empresas públicas e privadas. Destaca-se, ainda, por possuir o maior parque tecnológico do Brasil, o Porto Digital; o segundo maior pólo médico do País; os maiores PIB per capita e rendimento per capita entre as capitais da Região Nordeste; a melhor universidade do Norte-Nordeste, a Universidade Federal de Pernambuco; o nono maior número de arranha-céus das Américas; o melhor aeroporto do Brasil; e sua região metropolitana, o Complexo Industrial e Portuário de Suape, que abriga o Porto de Suape (melhor porto do Brasil), o Estaleiro Atlântico Sul (maior estaleiro do Hemisfério Sul), entre outros empreendimentos. Destaca-se, ainda, por ser a capital nordestina com o melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), segundo dados da ONU de 2010, calculado como de 0,772, figurando como a capital mais alfabetizada, com a menor incidência de pobreza e com a maior renda média domiciliar mensal do Nordeste do Brasil.

No Recife, a arte está por todo lugar: nas igrejas centenárias, nos prédios históricos, nos museus, nos centros de artesanato, nas esculturas de Francisco Brennand espalhadas pela cidade, nas ruas, na memória que preserva.


A diversidade também ganha as mesas da cidade. Turistas e moradores desfrutam de uma grande variedade de opções e sabores oferecidos pela cozinha local. Para apreciar a gastronomia regional, experimente pratos como a macaxeira com charque, o arrumadinho, a buchada e o bolo de rolo.
(fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Recife).

Atrações turísticas locais

Para se localizar bem em Recife, é preciso compreender a importância das pontes que ligam os principais bairros históricos, localizados em ilhas, como o Recife Antigo e Santo Antônio. Um bom começo é o passeio de catamarã por esses rios, que sai do Cais das Cinco Pontas. Além de agradável, oferece uma visão geral da cidade e de seus principais pontos turísticos, com uma pitada de história (http://www.catamarantours.com.br/).


Se você é adepto de uma boa pedalada, conheça o BikePE, um projeto de sustentabilidade do Estado de Pernambuco, em parceria com o Banco Itaú e as empresas Serttel/Samba. As Bicicletas do BikePE estão disponíveis em estações distribuídas em pontos estratégicos da Região Metropolitana do Recife, caracterizando-se com uma solução de meio de transporte de pequeno percurso para facilitar o deslocamento das pessoas nos centros urbanos. (http://www.bikepe.com/). A cidade conta com ciclovias permanentes ao longo de algumas de suas avenidas mais importantes, a exemplo daquela ao longo da Avenida Boa Viagem, bem como ciclovias demarcadas especialmente aos domingos e feriados, ampliando as opções seguras de deslocamento de bicicleta por regiões de interesse histórico e turístico, como o Recife Antigo, o antigo centro comercial, a Lagoa do Araçá, dentre outros.

Visite a página CONHEÇA O RECIFE (http://www2.recife.pe.gov.br/a-cidade/conheca-o-recife/), no site da Prefeitura Municipal do Recife, para mais informações sobre a cidade e a Agenda Cultural do Recife (http://www.recife.pe.gov.br/agendacultural/), para informações detalhadas sobre a programação mensal da cidade.
O site da Agenda do Recife (http://www.agendadorecife.com.br/) também contém informações atualizadas diariamente sobre a programação semanal de atrações artísticas e culturais da cidade.

Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Recife
http://www2.recife.pe.gov.br/a-cidade
http://www.brasil.gov.br